Está aberta a inscrição de trabalhos para os Grupos de Interesse (GIs) oferecidos pelo X Seminário ALAIC, promovido pelo Departamento de Comunicação Social e pelo Programa de Pós-graduação em Mídia e Cotidiano da Universidade Federal Fluminense.
Podem ser apresentadas propostas na forma de comunicações científicas, individuais ou em grupo de até três pessoas, sendo que poderá ser submetida apenas uma proposta por autor/a (além de outra somente como coautor/a).

Podem ser apresentadas propostas na forma de:

  • comunicações científicas, individuais ou em grupo de até três pessoas

  • poderá ser submetida apenas uma proposta por autor/a (além de outra somente como coautor/a).

Para participar, envie um resumo com entre 400 e 500 palavras por e-mail para um dos Grupos de Interesse (GIs) até 12/08/2019. Favor enviar seu resumo para o e-mail correspondente ao grupo no qual deseja apresentar seu trabalho (template aqui).
Não será necessário o envio de trabalho completo posteriormente, apenas resumo.

Os anais serão publicados após o evento, reunindo todos os trabalhos no formato de resumo que foram aprovados e apresentados.

Calendário

Envio de trabalhos: de 03 de junho a 12 de agosto de 2019

Informe sobre aceite: até 21 de agosto de 2019

Inscrições: 22 de agosto a 22 de outubro de 2019

Fim do primeiro prazo de pagamento com desconto: 05 de setembro de 2019

Fim do segundo prazo de pagamento com desconto: 07 de outubro de 2019



GRUPOS DE INTERESSE (GIs) DO SEMINÁRIO ALAIC E SEUS RESPECTIVOS(AS) COORDENADORES(AS)
 

GI 1 - DIREITO À COMUNICAÇÃO NA AMÉRICA LATINA

Ementa

O direito à comunicação e informação como direito humano. Políticas de comunicação na América Latina. O papel do Estado na garantia da pluralidade informativa e cultural, através do fortalecimento de experiências em comunicação comunitária, popular e alternativa. Processos sociais de resistência, no campo e na cidade, incorporando uma luta discursiva contra-hegemônica. A democratização do financiamento, assegurando mecanismos de participação social, com transparência e equidade, para afirmação da cidadania e compromisso com os direitos humanos. O Grupo de Interesse também contempla pesquisas acerca da luta pela universalização da liberdade de expressão, contra a censura e pelo acesso às novas tecnologias de informação e comunicação para o conjunto da sociedade, em toda a sua diversidade.


El derecho a la comunicación e información como derecho humano. Políticas de comunicación en América Latina. El papel del Estado en la garantía de la pluralidad informativa y cultural, a través del fortalecimiento de experiencias en comunicación comunitaria, popular y alternativa. Procesos sociales de resistencia, en el campo y en la ciudad, incorporando una lucha discursiva contrahegemónica. La democratización del financiamiento, asegurando mecanismos de participación social, con transparencia y equidad, para afirmación de la ciudadanía y compromiso con los derechos humanos. El Grupo de Interés también contempla investigaciones sobre la lucha por la universalización de la libertad de expresión, contra la censura y el acceso a las nuevas tecnologías de información y comunicación para el conjunto de la sociedad, en toda su diversidad.


Coordenação: Fernando Oliveira Paulino (UnB) e Cicilia Peruzzo (UAM / UERJ)

Vice-coordenador→ Anderson Andreatta (PPGMC/UFF)
Email de contato:
gi1.alaic@gmail.com

GI 2 - CRISE E OTIMISMO PARTICIPATIVO NA AMÉRICA LATINA

Ementa

História, conceitos e teorias sobre a participação em processos comunicativos, interativos, na produção simbólica, com perspectiva ética, social, cultural e cidadã. Pesquisas empíricas que promovam a reflexão sobre potencialidades e limites da participação em processos comunicativos mediados e midiatizados por redes sociotécnicas. A comunicação por rede, caracterizada pelo impacto da desintermediação, na construção de uma agenda que contemple processos mais democráticos, da periferia ao centro.  Perspectiva crítica, reflexiva e ética sobre a participação no desenvolvimento de políticas públicas e políticas da comunicação em organizações e movimentos sociais.

Historia, conceptos y teorías sobre la participación en procesos comunicativos, interactivos, en la producción simbólica, con perspectiva ética, social, cultural y ciudadana. Investigaciones empíricas que promuevan la reflexión sobre potencialidades y límites de la participación en procesos comunicativos mediados y mediáticos por redes sociotécnicas. La comunicación por red, caracterizada por el impacto de la desintermediación, en la construcción de una agenda que contemple procesos más democráticos, desde la periferia al centro. Perspectiva crítica, reflexiva y ética sobre la participación en el desarrollo de políticas públicas y políticas de comunicación en organizaciones y movimientos sociales.
 

Coordenação: Gabriel Kaplún (Uruguai) e Pedro Aguiar (UFF)
Vice-coordenadora→ Letycia Nascimento (PPGMC/UFF)

Email de contato: gi2.alaic@gmail.com

GI 3 - NOVAS CONFIGURAÇÕES COMUNITÁRIAS NA AMÉRICA LATINA

Ementa
Usos e apropriações das "novas tecnologias" da comunicação e dispositivos por grupos vulneráveis. Novas abordagens para a comunicação, tecnologia e o desenvolvimento em tempos de rede. Interfaces entre os estudos urbanos e rurais, as comunidades e a comunicação emergente. Formatos e linguagens inovadores da comunicação comunitária, alternativa, popular e cidadã. Ativismo Digital ou Ciberativismo. Redes sociais, cultura e jornalismo participativos. Práticas de comunicação no estilo “faça-você-mesmo” e mídias contra-hegemônicas. Novas abordagens teóricas e metodológicas para o estudo da comunicação e novos meios. Novas alteridades e públicos em rede. Comunicação política, participação e cidadania. 

Usos y apropiaciones de las "nuevas tecnologías" y dispositivos por grupos vulnerables. Nuevos abordajes para la comunicación, la tecnología y el desarrollo en tiempos de redes. Interfaces entre los estudios urbanos y rurales, las comunidades y la comunicación emergente. Formatos y lenguajes innovadores de la comunicación comunitaria, alternativa, popular y ciudadana. Activismo digital o ciberactivismo. Redes sociales, cultura y periodismo participativos. Prácticas de comunicación en el estilo "Hágalo Ud. mismo" y medios contra-hegemónicos. Nuevos abordajes teóricos y metodológicos para el estudio de la comunicación y los nuevos medios. Nuevas alteridades y públicos en red. Comunicación política, participación y ciudadanía.  

 

Coordenação: Gustavo Cimadevilla (Argentina) e Andrea Medrado (UFF)

Vice-coordenadores→ Luana Inocêncio (UFF) e Davi Rebouças (PPGMC/UFF)
Email de contato:
gi3.alaic@gmail.com

 

GI 4 - PRÁTICAS HEGEMÔNICAS, CULTURA E ALTERNATIVAS NA AMÉRICA LATINA

Ementa
Reflexões históricas, epistemológicas, teóricas e metodológicas sobre hegemonia, contra-hegemonia, práticas culturais dominantes, alternativas, de oposição, emergentes e residuais. A centralidade da comunicação para construção de práticas hegemônicas. Cultura e apropriação das novas tecnologias para afirmação de identidades e ressignificação dos territórios na contemporaneidade. Estudos sobre práticas de comunicação popular, comunitária e alternativa que desenvolvam interfaces com noções sobre classe social, gênero, geração, etnia, religião, regionalismo, experiências identitárias e minoritárias no âmbito dos movimentos populares, sociais, comunitários, sindicais e nas ONGs.


Reflexiones históricas, epistemológicas, teóricas y metodológicas sobre hegemonía, contrahegemonía, prácticas culturales dominantes, alternativas, de oposición, emergentes y residuales. La centralidad de la comunicación para la construcción de prácticas hegemónicas. Cultura y apropiación de las nuevas tecnologías para afirmación de identidades y resignificación de los territorios en la contemporaneidad. Estudios sobre prácticas de comunicación popular, comunitaria y alternativa que desarrollen interfaces con nociones sobre clase social, género, generación, etnia, religión, regionalismo, experiencias identitarias y minoritarias en el ámbito de los movimientos populares, sociales, comunitarios, sindicales y en las ONGs.
 

Coordenação: Sandra Osses (Colômbia) e Tanius Karam (México)

Vice-coordenadora→ Fernanda Ramos (PPGMC/UFF)

Email de contato: gi4.alaic@gmail.com

GI 5 - GÊNERO E VULNERABILIDADE NA MÍDIA LATINO-AMERICANA
Ementa
O grupo de interesse aceitará trabalhos que contemplem investigações sobre as questões de gênero e a mídia latino-americana, considerando em particular as práticas que afetem as existências em situação de vulnerabilidade, no que tange às relações de poder que entram em cena nos processos de produção midiática e cultural. Tal escopo abrange também estudos que se debrucem sobre as questões de gênero envolvidas tanto na produção de conteúdo,  quanto na circulação e na recepção de produtos midiáticos.

El grupo de interés aceptará trabajos que contemplen investigaciones sobre temáticas referidas a género y medios en América Latina, considerando en particular las prácticas vinculadas a situaciones de vulnerabilidad y situaciones de poder que entran en escena en los procesos de producción mediática y cultural. Esto abarca asimismo estudios que se desarrollan sobre cuestiones de género asociadas tanto a la producción de contenido como a la circulación y la recepción de productos mediáticos.
 

Coordenação: Daniela Monje (Argentina) e Geisa Rodrigues (UFF)

Vice-coordenador→ Diego Cotta (PPGMC/UFF)

Email de contato: gi5.alaic@gmail.com

Mais informações sobre o formato para as comunicações científicas

Resumo expandido com 400 a 500 palavras (referências não incluídas nessa contagem), fonte Times New Roman, corpo 12, espaçamento 1,0, A4, com margens superior e à esquerda de 3,0 cm e margens inferior e à direita de 2,0 cm. Deve compreender cinco palavras-chave. Favor colocar o seu texto no template.

 

 X Seminário ALAIC
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now